Chinês declara-se culpado de hackear empresas de defesa dos EUA

O cidadão chinês Su Bin, de 50 anos, declarou-se culpado nesta quarta-feira de piratear segredos industriais de empresas de defesa contratadas pelos Estados Unidos, incluindo planos de jatos de transporte e combate - informou o governo (AFP)

O cidadão chinês Su Bin, de 50 anos, declarou-se culpado nesta quarta-feira de piratear segredos industriais de empresas de defesa contratadas pelos Estados Unidos, incluindo planos de jactos de transporte e combate – informou o governo.

Bin foi acusado em uma sentença de 2014 de hackear as redes de computadores da Boeing e de outras empresas, como parte de um esquema para roubar informação sobre os jactos de combate F-22 e F-35 e sobre o avião de transporte C-17. (AFP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA