Chefe de Estado angolano reúne-se com presidente eleito da RCA

(DR)

O Chefe de Estado angolano, José Eduardo dos Santos, manteve hoje (sexta-feira), em Luanda, um encontro privado com o Presidente recém-eleito da República Centro Africana (RCA), Faustin Archange Touadéra.

A respeito do que terão abordado durante o encontro, que decorreu na sala de audiências do Palácio Presidencial, nada foi avançado à imprensa.

Deste quinta-feira na capital do país, Faustin Archange Touadéra, depois da vitória na 2ª volta das eleições presidenciais de 14 de Fevereiro último, tem-se desdobrado em deslocações pelo continente, num périplo pela sub-região da África Central, que o levou já à Guiné Equatorial, Tchad e à República Democrática do Congo.

A RCA, país africano que há alguns anos esteve envolvido em conflito interno inter-religioso e cujas consequências levaram à morte de milhares de cidadãos, é membro da Conferência Internacional sobre a Região dos Grandes (CIRGL), instituição que Angola, na pessoa do Presidente José Eduardo dos Santos, detém a presidência rotativa.

Por ocasião da sua eleição, o Chefe de Estado angolano, José Eduardo dos Santos, felicitou-o, por mensagem, tendo considerado que a vitória traduz, de forma inequívoca, a confiança que o povo deposita no Presidente eleito, para levar a cabo o processo de consolidação da paz, da estabilidade e da democracia naquele país.

Na sua mensagem, José Eduardo dos Santos exprimiu, ainda, o desejo de fortalecer os laços de amizade e cooperação entre Angola e a RCA.

Faustin Archange Touadéra, que já foi primeiro-ministro, venceu o segundo turno das eleições com 62,71% dos votos, contra 37,29% do seu rival, Anicet-Georges Dologuele.

Presentemente, um governo de transição chefiado pela Presidente Catherine Samba Panza conduz os destinos da República Centro-Africana até finais do mês em curso, altura em que o presidente toma posse.

A República Centro-Africana é um país localizado no centro da África, limitado a norte pelo Chade, a nordeste pelo Sudão, a leste pelo Sudão do Sul, a sul pela República Democrática do Congo e pela República do Congo, e a oeste pelos Camarões. A capital do país é a cidade de Bangui.

A maior parte da República Centro-Africana consiste em savanas, mas o país também inclui uma zona Sahel-sudanesa no norte e uma zona de floresta equatorial no sul. Dois terços do país estão na bacia do rio Ubangui (que desemboca no rio Congo), enquanto o terço restante está localizado na bacia do Chari, que desemboca no Lago Chade.

Apesar de suas jazidas minerais significativas e outros recursos, tais como reservas de urânio, petróleo, ouro, diamantes, madeira e energia hidroeléctrica, bem como quantidades significativas de terras aráveis, a República Centro-Africana está entre os dez países mais pobres do mundo. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA