Botswana: Secretário de Estado do MIREX visita obras da futura sede da MD angolana em Gaberone

Secretário de Estado das Relações Exteriores, Manuel Augusto (Foto: Pedro Parente/Arq)

O Secretario de estado do Ministério das Relações Exteriores, Manuel Domingos Augusto, constatou esta quinta-feira (24) o estado das obras de construção das futuras instalações da nova sede da embaixada angolana no Botswana, refere uma nota daquela Missão Diplomática (MD) chegada hoje (sexta-feira) a esta redacção.

Manuel Augusto, acompanhado pelo Embaixador de Angola no Botswana, José Agostinho Neto, percorreu as instalações de dois andares, onde pode constatar o avançado estado das obras iniciadas em Novembro de 2015, um investimento feito pelo Estado angolano.

Manuel Augusto visitou antes a actual sede da Embaixada de Angola, juntamente com os membros da sua delegação, designadamente o Director Nacional da SADC, Sandro de Oliveira, e o consultor do seu gabinete, Almeida Luzitu.

O Secretário de Estado, que efectuou a visita à margem da sua participação numa reunião dos Ministros dos Negócios Estrangeiros da SADC em representação do titular do MIREX, felicitou a MD pelos trabalhos em curso, reconhecendo a qualidade e consistência do empreendimento.

A futura sede da MD no Botswana, cujas obras estão previstas para serem concluídas no último trimestre deste ano, está a ser construída numa zona nobre de Gaberone, e tem como principal vista um imponente hotel separado por uma das principais avenidas da capital do país.

Com uma arquitectura moderna, onde predominam fachadas envidraçadas à prova de bala e protegidas com películas foto gray, o edifício da futura sede da MD angolana no Botswana comporta, para além de vários escritórios, duas salas de reuniões e uma de lazer e uma garagem para 39 carros na sua cave.

Actualmente, a MD funciona numa sede provisória, uma residência habitacional propriedade do Estado Angolano, mas sem condições para albergar o número de escritórios correspondentes aos agentes diplomáticos e funcionários de contratação local que se encontra a trabalhar na embaixada. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA