Birmânia tem primeiro Presidente eleito democraticamente em mais de 50 anos

A ativista birmanesa Aung San Suu Kyi (à direita) com o agora Presidente Htin Kyaw (à sua direita)(YE AUNG THU/AFP/Getty Images)

Htin Kyaw, um homem da confiança da ativista birmanesa e prémio Nobel da Paz Aung San Suu Kyi, foi eleito esta terça-feira Presidente da Birmânia com 360 votos no parlamento.

Htin Kyaw é o novo Presidente birmanês, o primeiro a ser eleito democraticamente desde que os militares tomaram posse em 1962, noticia o Guardian. Htin Kyaw, de 69 anos, é um homem da confiança da prémio Nobel da Paz Aung San Suu Kyi, que está impedida de se candidatar.

Proposto pela Liga Nacional para a Democracia (LND), liderada por Aung San Suu Kyi, Htin Kyaw foi eleito com 360 votos de um total de 652 deputados. Nas últimas eleições para o parlamento, em novembro, o primeiro sufrágio livre em 25 anos, a LND obteve 80% dos votos: 378 dos 664 assentos no parlamento.

De qualquer forma, uma alteração à constituição, de 2008, prevê que um quarto dos assentos parlamentares sejam entregues a militares — uma forma de manterem o poder de veto a qualquer alteração constitucional, refere o Guardian. Os militares mantêm também, e segundo a constituição, ministérios-chave como a Defesa, Interior e Fronteiras.

Com os bons resultados alcançados, a LND poderia propor um nome para a presidência, mas não podia ser Aung San Suu Kyi. Uma alteração na constituição, feita pelos militares que estavam no poder, impede-a de assumir essas funções: a presidência está vetada a quem tenha condenações e tenha filhos estrangeiros. A nova lei parece talhada para a ativista que esteve 15 anos sob prisão domiciliária e teve dois filhos no Reino Unido com um cidadão britânico.

Além de Htin Kyaw, existiam outros dois candidatos: Myint Swe, nomeado pelos militares, que reuniu 213 votos e o candidato da minoria Chin, Henry Van Thio, que contou com 79 votos. Estes vão tornar-se respetivamente primeiro e segundo vice-presidente. O candidato militar Myint Swe está na lista negra dos Estados Unidos pela postura agressiva contra os ativistas da oposição ao regime ditatorial que vigorava.
Quem é Htin Kyaw?

O homem que tem sido apresentado pela imprensa internacional com o motorista de Suu Kyi é mais do que isso, referem os internautas birmaneses. Ao longo de vários anos Hrin Kyaw bateu-se pela democracia birmanesa e chegou a estar preso.

Ainda não existe uma biografia oficial para o novo Presidente, refere a Time, que aponta alguns aspetos-chave sobre o novo governante: é filho do conhecido poeta Min Thu Wun (um fator importante num país em que ainda vigora o sistema de castas), terá sido colega de escola de Suu Kyi (e fiel companheiro de luta) e é casado com Su Su Lwin, filha do fundador do partido LND. Htin Kyaw, que estudou no Reino Unido, foi também diretor na Fundação Daw Khin Kyi, criada em homenagem à mãe da prémio Nobel.

O historiador birmanês Thant Myint-U elogiou a escolha, apontando Htin Kyaw como um homem respeitável e de uma integridade irrepreensível. O neto do antigo secretário-geral das Nações Unidas U Thant acrescentou que Htin Kyaw vem de uma família que tem estado no centro da tradição liberal birmanesa há mais de um século, refere ainda o Guardian. (OBSERVADOR)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA