Benguela: Comandante do Exército aponta valores a estudantes de ciências militares

General Lúcio do Amaral (Foto: Angop/Arq)

Fidelidade à pátria, promoção da unidade, respeito aos símbolos nacionais e o cumprimento escrupuloso da Constituição da República e das leis militares foram aspectos defendidos pelo comandante do exército angolano, general Lúcio Amaral, na academia do Exército, no Lobito.

Lúcio Amaral falava na abertura do ano académico para licenciaturas em ciências militares, sábado, no município do Lobito, província de Benguela, considerando que os 166 novos cadetes admitidos são, a partir deste momento, efectivos do exército, titulares de direitos e obrigações, no cumprimento do dever militar.

Referiu que no decurso da instrução básica os alunos tiveram a oportunidade de se adaptar ao meio militar, submeteram-se a treinos árduos, aprenderam preceitos básicos da arte militar, habilitando-se, desta forma, ao curso.

A Academia do Exército é um estabelecimento de ensino militar que forma quadros superiores em disciplinas como “direcção de tropas”, “engenharia militar”, “telecomunicações”, “tropas blindadas”, “informática aplicada à direcção de tropas”, “infantaria e artilharia”, “protecção nuclear química e bacteriológica”.

Testemunharam o acto o administrador municipal-adjunto do Lobito, Jone Dalton de Carvalho, o inspector-geral do exército, general Lucas Paulo Kanany, entre outras entidades militares. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA