Bélgica: Três suspeitos de terrorismo detidos frente à sede da Procuradoria Federal em Bruxelas

(EURONEWS)

A polícia belga deteve seis pessoas esta noite em dois bairros de Bruxelas numa nova operação antiterrorista no quadro da investigação aos atentados de terça-feira.

Entre os detidos encontram-se três homens capturados dentro de uma viatura frente à sede da procuradoria federal em Bruxelas.

As outras duas operações visaram os bairros de Jette e de Schaerbeek na capital belga.

As autoridades deverão fornecer mais detalhes sobre a operação esta manhã, quando continuam à procura do terceiro homem do atentado contra o aeroporto da capital e de um segundo cúmplice do ataque contra o metro de Maelbeek.

Bruxelas cumpriu ontem um novo minuto de silêncio por entre dúvidas sobre a resposta das autoridades às ameaças terroristas.

Os ministros do Interior e da Justiça belga tinham apresentado demissão, negada pelo primeiro-ministro, face às falhas no processo.

A imprensa belga avançava ontem que Salah Abdeslam, suspeito dos atentados de Paris, teria sido interrogado apenas uma vez após a detenção, na semana passada, quando estaria ao corrente dos atentados de terça-feira.

O jornal belga “Deniére Heure”, avança esta manhã que a polícia teria conhecimento da morada de Abdeslam em Molenbeek (onde foi detido na sexta-feira passada) desde Dezembro.

As ações provocaram 31 mortos e mais de duas centenas de feridos. A identificação das vítimas poderá ainda durar semanas, segundo as autoridades sanitárias belgas. (EURONEWS)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA