Autoridades do Kilamba Kiaxi solicitam apoio das igrejas contra a violência doméstica

Marcha contra fuga a paternidade (ilustração) (Foto: Clemente Santos)

Dois casos de violência doméstica são registados em média diariamente no Distrito Urbano do Kilamba Kiaxi (Luanda), pela Administração local.

Segundo o administrador adjunto para a área Comunitária, António Domingos, os casos mais frequentes são fuga à paternidade, abuso sexual e abandono familiar.

O responsável que falava, hoje à Angop, depois de uma reunião com líderes religiosos para abordar e solicitar apoio para o problema informou que as crianças abandonadas são encaminhadas para o lar Kuzola, ao centro Arnaldo Jensen ou à Remar.

Considerou que a situação é preocupante porque no quotidiano têm se deparado com situações indesejáveis que não são satisfatórias na vida dos munícipes e famílias

Agradeceu à colaboração da polícia que tem recuperado às crianças e as encaminha à Administração.

Na reunião, o administrador adjunto pediu o apoio das igrejas na sensibilização da sociedade contra este fenómeno, para o saneamento básico do Distrito e para os hospitais para fazer fase ao número de doentes.

Ressaltou a necessidade de educar a população como depositar e tratar o lixo, porque, segundo afirmou, a Administração tem feito muito esforço para o saneamento do meio, mas o resultado não é o desejado. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA