Angonix promove debate sobre Economia e Produtividade

ANGONIX (ANGONIX))

O impacto da partilha de tráfego e de conteúdos entre os provedores de serviços de internet (ISP) no desenvolvimento global da internet, bem como o seu papel na promoção da economia digital serão alguns dos temas do primeiro fórum Angonix sobre economia e conectividade. O evento, a decorrer em Luanda, no dia 16 de Março, será presidido pelo Ministro das Telecomunicações e Tecnologias de Informação, José Carvalho da Rocha.

O Fórum contemplará igualmente uma mesa redonda sobre “O Papel dos IXP’s no desenvolvimento dos mercados digitais” e vai juntar, para o debate membros do governo, representantes de empresas de internet angolanas e convidados internacionais.

O Fórum visa assinalar o primeiro aniversário do Angonix plataforma de troca de tráfego de internet em funcionamento desde 16 de Março de 2015 e que garante o peering nacional e regional. O peering é o meio de comunicação utilizado nos IXP´s, é um acordo mutuo entre redes onde cada parte contribui voluntariamente na troca de tráfego de dados e de conteúdos. No Angonix estas interconexões são feitas pelos próprios membros a nível de peering público ou peering privado.

“Em 12 meses de funcionamento, conseguimos atingir um pico de tráfego de 4,4 Gbps, posicionando a plataforma como um dos cinco maiores em África. Por outro lado, temos realizado uma série de contactos com entidades locais e internacionais de modo a que se juntem a plataforma e contribuam para tornar a internet com maior qualidade e mais acessível em Angola”, referiu Darwin Costa, Gestor de Projectos do Angonix

Podem fazer parte do Angonix: Bancos, Operadoras de telecomunicação, Empresas de Media, Organizações governamentais, Universidades, Administradores de route servers, Operadoras de Conteúdos Globais, Operadoras de Conteúdos Nacionais.

Sobre a Angola Cables

A Angola Cables é uma Empresa criada em 2009 pelos 5 principais operadores de Telecomunicações nacionais, sendo a principal atividade da Empresa a gestão da conectividade internacional entre Angola e o resto do Mundo, através de cabos submarinos de fibra ótica.

A Angola Cables pretende transformar o país num dos principais Hub africanos de telecomunicações, impulsionada pela visão dos seus acionistas e pela estratégia do governo. Os principais projectos da empresa são a construção dos cabos submarinos de fibra óptica South Atlantic Cable System (SACS), que ligará Luanda e Fortaleza, no Brasil, e o Monet que conectará as cidades de Santos e Fortaleza, no Brasil, e Miami, nos Estados Unidos.

Sobre o Angonix

Angonix é um ponto de troca de tráfego de internet e um agregador de dados, localizado em Luanda, capital de Angola, na região da SADC, África Ocidental, que interliga redes globais, operadores de rede e provedores de conteúdo para manter o tráfego local e oferece aos provedores de conteúdo e redes internacionais meios para se estabelecerem em África.

O objectivo da plataforma é mudar a cenário da Internet em África e até ao final de 2016 , sendo que o Sistema de Cabo Atlântico Sul (SACS) vai ligar Luanda à Fortaleza, Brasil. O mesmo é projectado para fornecer roteamento de baixa latência entre África e Ásia, no Oriente, e as Américas,  no Ocidente.

(nota de imprensa enviada à redacção do Portal de Angola com pedido de publicação)

 

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA