Anel que poderia ter pertencido a Joana d’Arc é apresentado na França

Anel que pode ter pertencido a Joana d'Arc, em Les Epesses, França, no dia 20 de março de 2016 (AFP)

Um anel que poderia ter pertencido a Joana d’Arc foi apresentado neste domingo em um parque temático francês, que o comprou no mês passado em um controverso leilão em Londres.

O parque histórico de Puy du Fou (oeste) pagou 376.833 euros para adquirir este anel de prata banhado a ouro. Um laboratório de Oxford afirmou que se tratava de um verdadeiro anel do século XV, mas que não foi demonstrado se havia pertencido a Joana d’Arc.

“O anel voltou à França e aqui ficará”, declarou o fundador do parque temático, o político ultra-conservador Philippe de Villiers, afirmando que o Reino Unido havia pedido que o anel fosse levado novamente a Londres, o que não pôde ser confirmado por uma fonte britânica.

Segundo a publicação britânica especializada The Art Newspaper, exportar um objecto presente no Reino Unido há mais de 50 anos e de um valor superior às 39.219 libras (o anel foi leiloado por cerca de 300.000 libras) requer uma permissão de exportação.

Os historiadores afirmam que Joana d’Arc, símbolo da resistência francesa diante dos ingleses durante a guerra dos Cem Anos, tinha três anéis: um pequeno de ouro que queria dar à sua avó, outro que entregou a seu irmão e um terceiro que havia sido roubado pelos burgúndios antes de entregá-la aos ingleses. Os primeiros dois desapareceram. O terceiro poderia ser o apresentado neste domingo.

Contudo, o caminho difícil de rastrear do anel entre diversas mãos na Inglaterra ao longo dos séculos deixa dúvida para alguns historiadores.

“Em torno de Joana d’Arc houve vários casos de objectos falsos”, declarou Olivier Buzy, um historiador encarregado do Centro de Arquivos de Joana d’Arc. (AFP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA