ACACBC realiza jornada alusiva ao 28º aniversário da Batalha do Cuito Cunavale

Memorial da Batalha do Cuito Cuanavale (Foto: António Escrivão)

Uma jornada comemorativa do 28º aniversário da batalha do Cuito Cuanavale que se assinala a 23 do corrente mês tem inicio no dia 4 de Março, numa iniciativa da Associação Clube de Amigos dos Combatentes da Batalha do Cuito Cuanavale ( ACACBC).

De acordo com uma nota de imprensa que a Angop teve hoje, terça-feira, acesso a jornada de âmbito nacional será marcada com actividades politicas, sociais e desportivas.

O documento realça a realização de palestras sobre a importância da efeméride, doação de sangue ao Hospital Militar Principal em Luanda, entre outras realizações.

A Batalha de Cuito Cuanavale foi o maior confronto militar da guerra angolana, ocorrido entre 15 de Novembro de 1987 e 23 de Março de 1988 . O local da batalha foi o sul de Angola na região do Cuito Cuanavale na província de Cuando-Cubango, onde se confrontaram os exércitos do Governo angolano FAPLA (Forças Armadas Populares de Libertação de Angola) e Cuba (FAR) contra a UNITA e o exército sul-africano.

Foi a batalha mais prolongada que teve lugar no continente africano desde a Segunda Guerra Mundial. Na mesma, o mito da invencibilidade do exército da África do Sul foi quebrado, alterando dessa forma, a correlação de forças na região austral do continente, tornando-se o ponto de viragem decisivo na guerra que se arrastava há longos anos.

Por outro lado, a superioridade demonstrada pelas FAPLA no campo de batalha fez com que o regime do apartheid, aceitasse a assinatura dos Acordos de Nova Iorque, que deram origem à implementação da resolução 435/78 do Conselho de Segurança da ONU, levando à independência da Namíbia e ao fim do regime de segregação racial, que vigorava na África do Sul

A Associação Clube dos Combatentes da Batalha do Cuito Cuanavale congrega todos os heróis das batalhas em Angola, tais como os que combateram contra as invasões de tropas estrangeiras, e presta ajuda voluntária na localização dos campos de minas.

A organização pauta-se pelos princípios de democraticidade, da unidade e a independência, sendo independente nos âmbitos político, partidário, religioso e sindical.

Com o fito de cumprir com os objectivos preconizados, a associação presta apoio jurídico aos seus filiados nas questões resultantes da sua actividade associativa e profissional, representa e defende os associados, bem como os seus dependentes e familiares junto dos órgãos de soberania e outras entidades públicas, veiculando os seus legítimos anseios.

A Associação Clube dos Antigos Combatentes da Batalha do Cuito Cuanavale foi proclamada este ano e está reconhecida pelo Estado angolano, tendo os seus estatutos sido publicados no Diário da República, no dia 4 de Agosto. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA