40 anos de prisão para Radovan Karadžić

(EURONEWS)

O ex-líder dos sérvios da Bósnia, Radovan Karadžić, foi condenado a 40 anos de prisão e considerado culpado de 10 em 11 crimes de que era acusado, incluindo o de genocídio, pelo massacre de cerca de 8000 pessoas em Srebrenica, em 1995. A sentença foi pronunciada pelo Tribunal Penal Internacional para a ex-Jugoslávia. (EURONEWS)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA