Universitários levam potencialidades da província ao 14º CANFEU

Logotipos do Canfeu (Foto: Angop)

Uma exposição sobre as potencialidades agrícolas da província do Huambo, bem como a divulgação dos hábitos e costumes do povo “Ovimbundu” constituem as principais actividades que a comitiva local pretende realizar na 14ª edição do Campo Nacional de Férias de Estudantes Universitários (CANFEU), a decorrer de 22 a 26 deste mês, na província do Namibe.

Em declarações à Angop, o 2º secretário da JMPLA na província do Huambo, Paulo Condombongue, perspectivou uma boa participação da comitiva, formada por 28 estudantes seleccionados na Universidade José Eduardo dos Santos, no Instituto Superior de Ciências Educação (ISCED) e nos institutos superiores de Tecnologias e Humanidades “Ekuikui II”, Sol Nascente e Lusíadas.

Explicou que a delegação do Huambo encontra-se desde o dia 05 do mês em curso a efectuar ensaios no domínio da dança e das artes cénicas, com objectivo de revalidar o título conquistado em 2015, na província do Moxico, relacionado com a divulgação dos hábitos e costumes dos povos locais.

Frisou que os jovens do Huambo pretendem também apresentar o estilo de dança “Olundongo”, que caracteriza a população local, sobretudo em eventos de entronização de uma autoridade tradicional, recepção de altos dirigentes do país e outras cerimónias.

Por esta razão, Paulo Moma Condombongue disse que, apesar do CANFEU ser um evento promovido pelo secretariado nacional da JMPLA, foram seleccionados os estudantes de mérito, com capacidade e perfil necessário, sobretudo quanto ao espírito patriótico, criativo, disciplinado, pontual e com visão ampla sobre a realidade económica e social do país.

O CANFEU é uma promoção do Secretariado Nacional da JMPLA, que visa mobilizar a juventude estudantil do ensino superior do país e não só, no sentido de contribuir nas acções de desenvolvimento social, permitindo igualmente a troca de informação e experiência entre os estudantes das 18 províncias de Angola.

O evento já decorreu nas províncias do Huambo (2003), Huíla (2004), Cuanza Sul (2005), Cabinda (2006), Benguela (2007), Cuanza Norte (2008), Uíge (2010), Cuando Cubango (2011), Lunda Sul (2012), Zaire (2013), Cunene (2014), Moxico (2015). (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA