Turquia rejeita ação militar unilateral (vídeo)

(EURONEWS)

O governo turco reagiu às questões levantadas pela Rússia no âmbito do Conselho de Segurança da ONU.

Moscovo pretende que a Turquia respeite a integridade territorial da Síria interrompendo os bombardeamentos transfronteiriços.

O embaixador da Turquia na ONU afastou a possibilidade de ação unilateral.

“A Turquia não invadirá a Síria a não ser no âmbito de uma ação coletiva, seja por via de uma resolução do Conselho de Segurança ou por via da coligação internacional à qual pertencemos. A acontecer terá que ser ato coletivo e não um operação nacional”, adiantou Halit Cevik, chefe da delegação turca na ONU.

O presidente turco Tayyip Erdogan discutiu esta questão por telefone com o presidente norte-americano. Barack Obama reconheceu o direito da Turquia à auto-defesa e expressou preocupação perante os avanços de milícias cudas da Síria próximo à fronteira turca. (EURONEWS)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA