Tropas líbias avançam para recuperar terreno em Benghazi

(AFP)

As forças leais às autoridades líbias reconhecidas pela comunidade internacional assumiram neste terça-feira o controle de Lithi, principal reduto dos extremistas em Benghazi, segunda maior cidade da Líbia – informou um oficial militar.

Há dois anos, Benghazi é palco de sangrentos combates entre as forças leais e grupos armados, entre eles homens do Estado Islâmico (EI) e da Ansar Asharia, ligada à Al-Qaeda.

“Nós libertamos completamente a área Lithi”, declarou à AFP Fadl al-Hassi, das forças especiais em Benghazi.

No centro de Benghazi, a zona de Lithi é considerada um dos principais redutos dos grupos extremistas na segunda cidade do país, localizada a 1.000 km da capital Tripoli.

Os habitantes chamam esta parte da cidade de “Kandahar de Benghazi”, uma referência à cidade afegã conhecida como bastião das organizações radicalizadas.

A recuperação de Lithi acontece no momento em que as forças leais, sob comando do general Khalifa Haftar, realizam desde sábado a “Operação Sangue do Mártir”. Graças a ela, vários sectores e posições militares foram recuperados em Benghazi. (AFP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA