Timor Leste: Mais de 20 empresas portuguesas participam no Fórum Económico da CPLP em Díli

Empresários portugueses vão estar presentes em Timor Leste Foto: Lusa/D.R

Mais de 20 empresas portuguesas de vários setores deslocam-se a Timor-Leste no final deste mês para o 1.º Fórum Económico Global da CPLP, um encontro sem precedentes entre o espaço lusófono, a Ásia e o Pacífico.

As empresas representam setores tão diversos como as TIC (tecnologias de informação e comunicação), topografia, consultoria, equipamentos, engenharia, metalomecânica, construção, vidro, produtos agrícolas e produtos químicos, entre outros, segundo informou a Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP).

A missão empresarial, organizada pela Associação Empresarial de Portugal (AEP), pela União de Exportadores da CPLP (UE-CPLP) e pela Sociedade Portuguesa de Inovação (SPI) inclui empresas de vários pontos do país.

Em Timor-Leste estará também, entre 24 e 27 de fevereiro, o presidente da AICEP, Miguel Frasquilho, que deverá intervir no Fórum para analisar o tema da competitividade empresarial da CPLP (Comunidade de Países de Língua Portuguesa).

Em Díli juntar-se-ão a delegações de cerca de duas dezenas de países, entre os quais os estados membros da CPLP e nações da Ásia e Pacífico.

Portugal terá um dos mais de 30 ‘stands’ que estão previstos para o Fórum, que decorre entre 25 e 27 de fevereiro, após a segunda reunião dos Ministros do Comércio da CPLP.

Estão previstos ‘stands’ dos estados membros da CPLP e de empresas lusófonas, do sudeste asiático e de Timor-Leste, bem como de várias instituições.

O Fórum Economico da CPLP é para o Governo timorense uma oportunidade para criar uma ponte entre empresários lusófonos e os seus congéneres da Ásia e do Pacífico, usando Timor-Leste como plataforma.

O encontro arranca com uma visita à mostra “Parcerias para o Desenvolvimento” e à zona expositiva do fórum, com a apresentação de salas temáticas por país e os primeiros encontros entre empresários, que continuam no dia seguinte.

A 26 de fevereiro arrancam os debates, com temas como “plantar a bandeira da CPLP nos negócios do mundo”, o papel dos blocos regionais e económicos no espaço multirregional e o papel de Timor-Leste nos laços entre CPLP e Ásia e Pacífico.

Competitividade da CPLP e inovação económica e social como alavanca de desenvolvimento económico sustentável são outros temas do debate no fórum, que terminará com a aprovação de uma declaração final.

No dia 28 haverá ainda visitas a vários pontos de interesse económico em Timor-Leste, incluindo o enclave de Oecusse (Zona Especial de Economia Social de Mercado), a ilha de Ataúro (turismo), Tibar (projetos de bambu), Ermera (café), Aileu (agricultura) e Hera (complexo elétrico e indústrias adjacentes). (Agência Lusa – ASP/MP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA