Sismo de 6,4 em Taiwan fez cair edifícios e causou mortos

Reuters

Pelo menos três pessoas morreram, depois de um edifício alto (16 ou 17 andares, conforme a fonte) ter colapsado em Tainan, no Sul de Taiwan, na sequência de um forte sismo. Entre as vítimas está um bebé, adiantou Lin Kuan-cheng, porta-voz dos bombeiros.

A existência de vítimas mortais foi confirmada por William Lai, mayor de Tainan, em declarações às televisões, diz a Reuters. No edifício de 16 ou 17 andares viviam 221 pessoas e 31 delas foram transportadas para o hospital.

O sismo de magnitude 6,4 na escala de Richter sentiu-se em Tainan, uma cidade onde vivem cerca de dois milhões de pessoas, ainda de madrugada, pelas 3h57, hora local. Segundo os media locais, foram sentidos três abalos de terra sucessivos.

Logo após o sismo, começaram a surgir fotos nas redes sociais com estragos provocados pelo terramoto, incluindo a de um edifício de sete andares que ficou inclinado. Pelo menos 30 pessoas foram resgatadas deste edifício, noticiou a AFP.

“Quatro edifícios colapsaram na área da cidade de Tainan. Estão em curso operações de busca e salvamento e não há notícias de vítimas”, disse o porta-voz da Agência Nacional de Bombeiros, Lin Kuan-cheng, à agência AFP.

À hora da última actualização desta notícia, prosseguiam buscas casa a casa, não se sabendo quantas pessoas poderiam estar desaparecidas.

“A dimensão do desastre ainda não é clara. Vamos fazer tudo para socorrer [os sobreviventes]”, disse o Presidente de Taiwan, Ma Ying-jeou.

A ilha de Taipé fica próxima do local onde se encontram duas placas tectónicas e sofre constantemente abalos sísmicos. Este deu-se a uma profundidade de dez quilómetros, e a 39 quilómetros para nordeste do porto de Kaohsiung, adiantaram os serviços geológicos norte-americanos. A última vez que um sismo desta magnitude se verificou em Taiwan foi em Abril de 2015, mas nessa altura ocorreu a uma profundidade bem mais elevada.

Um sismo de magnitude 7,6 em 1999 matou 2400 pessoas. (Público)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA