Síria: Bashar Al Assad concede indulto a desertores do exército

O presidente sírio, Bashar al Assad, concedeu hoje um indulto aos desertores do exército nacional

O presidente sírio, Bashar al Assad, concedeu hoje um indulto aos desertores do exército nacional que estão no país ou fora, avançou a agência de notícias oficial síria Sana.

Bashar Al Assad emitiu um decreto que perdoa a pena aos desertores militares e dá um prazo de 30 dias aos que se encontrem em território sírio para se entregarem à Justiça.

Além disso, concede um ultimato de 60 dias aos que estejam fora do país e queiram legalizar a sua situação.

Desde o início do conflito na Síria, em março de 2011, o chefe de Estado decretou várias amnistias, mas excluindo sempre os que tiveram “as mãos manchadas de sangue”.

O último indulto concedido por Bashar Al Assad foi em julho, aos autores de crimes referentes ao incumprimento da lei militar, entre estes a deserção, com a condição de os infratores se entregarem às autoridades.

O decreto de hoje surge depois de uma visita na terça-feira a Damasco do enviado especial da Organização das Nações Unidas (ONU) na Síria, Staffan de Mistura, que se reuniu com o ministro sírio dos Negócios Estrangeiros, Walid al Mualem, numa tentativa de impulsionar as negociações de Paz entre o regime e a oposição. (Agência Lusa – JRS/JPF)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA