Sair de Angola, rapidamente e em força

(Negocios)

Há uma debandada de trabalhadores portugueses em Angola. As fileiras da construção e do metal confirmam a existência de um regresso massivo a Portugal ou para outras geografias.

“Para Angola, rapidamente e em força!” 55 anos depois de Salazar ter proferido a célebre frase, grande parte dos trabalhadores portugueses aí destacados estão a regressar a Portugal ou a tentar melhorar a vida noutras paragens. (Jornal de Negocios)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA