Reunião informal dos Ministros da Defesa da União Europeia em Amesterdão

Os ministros da Defesa da União Europeia reuniram em Amesterdão Foto: MDN/D.R

O Ministro Azeredo Lopes defendeu que a “componente de defesa não pode ser subestimada na estratégia global da União Europeia”

“A Europa precisa de repensar o seu posicionamento estratégico e garantir a sua autonomia em matéria de segurança, tendo a defesa como linha avançada da sua estratégia global”, defendeu o Ministro da Defesa Nacional, José Alberto Azeredo Lopes, na sexta-feira, no encontro informal dos Ministros da Defesa da UE, em Amesterdão, na Holanda.

Azeredo Lopes defendeu que a estratégia de segurança da UE, adoptada em 2003 e revista em 2008, “deixou de conseguir responder plenamente aos desafios de um ambiente geopolítico em acelerada transformação”, marcado sobretudo pelo novo terrorismo transnacional, pelas crises migratórias e pela tensão a Leste.

Para o Ministro da Defesa Nacional, é urgente que a Europa estabeleça a sua própria estratégia assente em pilares de política externa e de segurança que sirvam “as suas premissas civilizacionais, sem subestimar a dimensão da Defesa na discussão da sua nova estratégia global”.

Do ponto de vista militar, Portugal continua a afirmar-se como um parceiro estratégico para a Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO), como fez questão de sublinhar o secretário-geral da organização, Jens Stoltenberg,  em Tróia, no início do mês de Novembro de 2015, aquando das manobras militares internacionais  do “Trident Juncture”.

Os parceiros europeus e todos os países que fazem parte da NATO sabem o verdadeiro potencial das tropas especiais portuguesas e da importância estratégica que tem a Base das Lages, nos Açores.

O encontro contou com duas sessões de trabalho sobre o Plano de Acção de Defesa Europeu e as Missões e Operações de Política e Segurança e Defesa Comum. O futuro para a Estratégia Global da UE foi discutida em conjunto com os Ministros dos Negócios Estrangeiros dos países-membros.

Recorde-se que a Estratégia Global da União Europeia deverá ser aprovada pelo Conselho Europeu no próximo dia 30 de Junho, na Holanda. (Portal de Angola)

por José Valentim Peixe

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA