Reunião informal dos Ministros da Defesa da União Europeia em Amesterdão

Os ministros da Defesa da União Europeia reuniram em Amesterdão Foto: MDN/D.R

O Ministro Azeredo Lopes defendeu que a “componente de defesa não pode ser subestimada na estratégia global da União Europeia”

“A Europa precisa de repensar o seu posicionamento estratégico e garantir a sua autonomia em matéria de segurança, tendo a defesa como linha avançada da sua estratégia global”, defendeu o Ministro da Defesa Nacional, José Alberto Azeredo Lopes, na sexta-feira, no encontro informal dos Ministros da Defesa da UE, em Amesterdão, na Holanda.

Azeredo Lopes defendeu que a estratégia de segurança da UE, adoptada em 2003 e revista em 2008, “deixou de conseguir responder plenamente aos desafios de um ambiente geopolítico em acelerada transformação”, marcado sobretudo pelo novo terrorismo transnacional, pelas crises migratórias e pela tensão a Leste.

Para o Ministro da Defesa Nacional, é urgente que a Europa estabeleça a sua própria estratégia assente em pilares de política externa e de segurança que sirvam “as suas premissas civilizacionais, sem subestimar a dimensão da Defesa na discussão da sua nova estratégia global”.

Do ponto de vista militar, Portugal continua a afirmar-se como um parceiro estratégico para a Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO), como fez questão de sublinhar o secretário-geral da organização, Jens Stoltenberg,  em Tróia, no início do mês de Novembro de 2015, aquando das manobras militares internacionais  do “Trident Juncture”.

Os parceiros europeus e todos os países que fazem parte da NATO sabem o verdadeiro potencial das tropas especiais portuguesas e da importância estratégica que tem a Base das Lages, nos Açores.

O encontro contou com duas sessões de trabalho sobre o Plano de Acção de Defesa Europeu e as Missões e Operações de Política e Segurança e Defesa Comum. O futuro para a Estratégia Global da UE foi discutida em conjunto com os Ministros dos Negócios Estrangeiros dos países-membros.

Recorde-se que a Estratégia Global da União Europeia deverá ser aprovada pelo Conselho Europeu no próximo dia 30 de Junho, na Holanda. (Portal de Angola)

por José Valentim Peixe

DEIXE UMA RESPOSTA