Responsável quer maior engajamento do empresariado nacional no Carnaval

Defendido maior aposta no Carnaval (Foto: Gaspar dos Santos)

O presidente do grupo carnavalesco Cassules Jovens da Cacimba, José Andrade defendeu hoje, sábado, em Luanda, a necessidade da classe empresarial nacional apoiar o Entrudo, por forma dar o seu contributo no crescimento, preservação e na divulgação dos ritmos e danças que caracterizam a cultura nacional.

Em declarações à Angop, a propósito da realização do desfile da classe infantil na Nova Marginal, disse que para existir um crescimento harmonioso e sustentável do Carnaval será imprescindível a participação da classe empresarial, quer financeiramente como materialmente.

Segundo o presidente, o empresariado deve mudar de postura, apostando mais nas actividades de índole cultural, em particular ao Carnaval.

“Actualmente poucas empresas têm levado acabo esta missão no apoio ao nosso Carnaval, situação essa que em nada contribui para o crescimento da nossa cultural “, lamentou o responsável.

Para essa edição o grupo tem como objectivo melhorar o terceiro lugar obtido no ano passado.

Fundado a 2 de Fevereiro de 1988, o comandante é Estefánio Andrade, o rei Edivandro de Andrade, a rainha Wiza Andrade. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA