Relatório da OCDE: Portugal é o quarto pior país para se trabalhar

Portugal é um dos piores países do Mundo para se trabalhar segundo o relatório da OCDE Foto: José Coelho/Lusa

Segundo um estudo da OCDE, apenas a Turquia, Espanha e Grécia são piores países para se trabalhar do que Portugal. Islândia lidera a lista seguida da Suíça e Noruega.

Portugal é o quarto pior país para se trabalhar. Quem o diz é a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento (OCDE) através de um estudo onde analisou as taxas de desemprego de longa duração, emprego e a segurança laboral em 34 grandes economias.

Concentrando-se também no “medo de perder o emprego” das populações e a remuneração média dos trabalhadores, a OCDE chegou à média de 6,6 pontos em relação à qualidade de emprego. A Islândia lidera a lista seguida da Suíça e Noruega. No outro extremo da tabela, está a Grécia em último lugar, com 1,5 pontos, a Espanha com 2,4 pontos, a Turquia 3,8 e Portugal que reúne 4,1 pontos, dá conta o Diário de Notícias na sua edição desta segunda-feira.

Em concreto, Portugal é mais penalizado em relação ao desemprego de longa duração onde a pontuação de 9,1% representa o triplo da média da OCDE que tem uma percentagem de 2,8. O rendimento per capita por terras lusas é igualmente penalizador no resultado final, visto que é cerca de 20% mais baixo do que a média que é de 25.908 dólares (23.216 euros) – em Portugal o rendimento per capita é de 20.086 dólares (cerca de 18 mil euros).

Já a Espanha é o país onde o “medo de perder o emprego” é maior, situando-se no triplo (17,8%) da média da OCDE (5,4%) e no dobro da percentagem portuguesa (8,6%).

No entanto, e passando para o topo da tabela, se na Islândia o rendimento per capita se mantém abaixo (23.965 dólares) da média dos 34 países analisados, a percentagem relativa ao medo de perder o emprego é de apenas 4,1%. Outros aspetos onde o país se destaca é na é o desemprego de longa duração abrange apenas 1,2% da população em idade ativa e a taxa de emprego atinge os 82%. (Observador)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA