Presidente Obama pede à Putin para deixar de bombardear rebeldes moderados sírios

Presidente Barack Obama (AP)

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, pediu, hoje, ao Presidente Vladimir Putin, da Rússia, para ter um papel construtivo na crise síria, cessando a campanha aérea contra os rebeldes moderados.

Em comunicado, a Casa Branca afirma que os dois líderes falaram ao telefone sobre as decisões e acordos alcançados na semana passada pelo grupo de 17 países que apoia a Síria, tendo Obama sublinhado a importância de rapidamente ser facilitado o acesso humanitário.

A conversa Obama-Putin acontece dias depois do Secretário de Estado, John Kerry, e o Ministro russo dos negócios estrangeiros, Sergei Lavrov, terem anunciado um plano para a cessação de hostilidades, dentro de uma semana, na Síria.

A Rússia iniciou os ataques aéreos, na Síria, em Setembro de 2015, alegando ter como alvo o grupo Estado Islâmico.

Mas governos ocidentais dizem que maior número de ataques atinge grupos moderados que fazem oposição ao presidente Bashar al-Assad. (VOA)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA