Petróleo está de novo em queda

(Foto: D.R.)

O preço do petróleo está novamente a cair nos mercados internacionais, depois do encontro deste domingo entre a Arábia Saudita e a Venezuela ter dado poucos sinais de que os países exportadores de petróleo irão fazer alguma coisa para estabilizar os preços. O encontro decepcionou os mercados, enquanto os receios sobre o excesso de oferta continuam a preocupar os investidores.

O brent segue em Londres a perder 2,73%, para os 33,13 dólares por barril, enquanto o crude negoceia a cair ainda mais: 3,85%, para os 29,70 dólares por barril. Quer o brent quer o crude já negociaram hoje em alta, estando agora em acentuada trajectória descendente.

A influenciar esta queda estará o receio de que os países membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) e não membros não estejam dispostos a discutir a queda dos preços, depois do encontro deste domingo entre o ministro saudita do Petróleo e o seu homólogo venezuelano.

Há meses que os petróleo está em queda, influenciando os mercados e o ânimo dos investidores. “Há ainda muita preocupação sobre quais são os stocks de petróleo nos Estados Unidos”, afirma Olivier Jakob, analista da Petromatrix.

Os dados da passada semana da Administração da Informação Energética (EIA), nos Estados Unidos, mostram que os stocks de gasolina e gasóleo no país estão em alta e a bater recordes.

A Morgan Stanley avisou, entretanto, esta segunda-feira que um excesso de oferta global não deverá ser esclarecido antes de 2017. (diarioeconomico)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA