Para os PALOP: Fundação Luso-Americana lança Prémio Literário Eduardo Costley-White

(D.R.)

A Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento (FLAD) e as Edições Esgotadas lançam o Prémio Literário Eduardo Costley-White, uma iniciativa que celebra os 800 anos da língua portuguesa, homenageando um dos expoentes máximos da poesia moçambicana, que dá nome ao prémio literário a ser atribuído a escritores emergentes dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa.

Exclusivamente dirigido a talentos oriundos de Angola, Moçambique, Cabo Verde, Guiné e São Tomé e Príncipe, as candidaturas acabam de arrancar e poderão ser submetidas no site da FLAD (www.flad.pt)  até ao dia 15 de Abril de 2016. O Prémio Literário Eduardo Costley-White garante a primeira edição da obra premiada.

O Presidente da FLAD, Vasco Rato, assinala que “o papel da FLAD não se limita a aprofundar a relação entre Portugal e EUA, uma vez que o reforço das relações de Portugal com África, através das comunidades portuguesas e africanas, constitui um importante pilar da nossa atuação. Neste caso, difundir a língua portuguesa e exaltar os autores que escrevem em português foi um dos grandes objetivos que pautaram o lançamento do Prémio Literário Eduardo Costley-White”.

Depois do lançamento do programa FLAD África em 2015, a ligação da Fundação com o continente apresenta agora um novo e desafiante capítulo, estimulando a produção literária escrita em Português e a emergência de obras inéditas que fazem parte do legado deixado por autores de expressão portuguesa, entre os quais o homenageado Eduardo Costley White, autor falecido em 2014.

Em 2016, a celebração dos 8 séculos da língua portuguesa coincide com a comemoração dos 30 anos da FLAD e os 20 anos de existência da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP). Três efemérides que serão assinaladas com a atribuição do Prémio Literário Eduardo Costley-White. (flad)

 

 

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA