Namibe: MPLA reunido na sua XVI sessão ordinária

1º Secretário do MPLA no Namibe Rui Falcao (Foto: Frederico Herculano)

Os membros do comité provincial do MPLA no Namibe estão reunidos, desde hoje (segunda-feira), nesta cidade, na sua décima sexta sessão ordinária para análise e aprovação de vários documentos, num encontro orientado pelo seu primeiro secretário provincial, Rui Falcão.

Na sessão de abertura da referida reunião ordinária, Rui Falcão disse que o encontro servirá para que os membros do comité do MPLA no Namibe analisem, discutam e aprovem alguns documentos fundamentais, bem como reflictam também sobre a vida interna do partido.

“Este é um momento que tem haver com aprofundamento das regras democráticas no nosso seio e, por isso mesmo, devemos preparar-nos a todos os níveis para com êxito chegarmos às metas que nos preconizamos”, disse.

Rui Falcão salientou ainda que este é um momento de muitas responsabilidades, uma vez que aproxima-se também uma reunião a nível do Comité Cetral do MPLA, onde serão abordadas as linhas gerais de organização até ao sétimo Congresso “e, por isso mesmo, todos nós devemos estar atentos enquanto membros dos órgãos intermédios para as mudanças que se irão proporcionar nos próximos tempos”.

Lamentou o facto de alguns paridos políticos tentarem desestabilizar o país.

“É preciso estarmos cada vez mais unidos para sermos, de certa forma coesa e unanimes, na aplicação das estratégias que sabiamente a direcção do nosso partido nos for indicando” exortou.

Lamentou ainda o momento em que o pais esta viver, a crise económica e financeira, mas garantiu que a estratégia traçada pelo Executivo angolano já começou a surtir efeito, aguardando-se que tal situação venha a normalizar por forma a melhorar os níveis de vida das populações.

Durante o encontro, os membros vão ainda analisar e aprovar o relatório das actividades desenvolvidas pelo CPPN durante o ano de 2015, o plano das actividades do partido para o primeiro quadrimestre, Janeiro a Abril 2016, as linhas de força para o período 2016/2022, entre outros documentos. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA