Menina albina é morta e esquartejada no Burundi

(AFP)

Uma menina albina de 5 anos foi assassinada e esquartejada no nordeste do Burundi, o primeiro crime deste tipo nos últimos quatro anos, informou nesta sexta-feira o município de Busoni, na província de Kirundo.

“Um grupo de bandidos armados atacou na quarta-feira (…) a casa de uma criança albina de cinco anos, espancou seus pais e a sequestrou”, declarou à AFP Marie-Claudine Hashazinka, administradora do município.

Os vizinhos perseguiram o grupo, mas “só encontraram o corpo da menina, morta e esquartejada. Os bandidos haviam levado um de seus braços”, completou.

“Foi aberta uma investigação para tentar encontrar os autores deste absurdo, mas já se sabe que seu objectivo era ela, já que não roubaram mais nada”, declarou.

Trata-se do 19º caso de assassinato de um albino registado oficialmente no Burundi desde 2008.

Os albinos, que como consequência de um transtorno genético têm a pele branca que o cabelo esbranquiçado, são assassinados em alguns países da África e depois esquartejados para seus órgãos serem utilizados em cerimónias de bruxaria.

A prisão em 2009 no Burundi de dez pessoas acusadas de assassinatos e tentativas de assassinatos havia posto fim a uma série de homicídios deste tipo principalmente em zonas fronteiriças com a Tanzânia.

No Burundi havia um tráfico até a Tanzânia de órgãos e de certas partes do corpo dos albinos assassinados, os quais eram usados para fabricar amuletos que supostamente deveriam permitir obter riqueza e vitórias eleitorais, segundo a justiça do Burundi. (AFP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA