Lunda Sul: Governo exalta bravura dos heróis de 4 de Fevereiro

Lunda Sul: Cândida Narciso - Governadora provincial (Foto: Hélder Dias)

A bravura, coragem, abnegação e determinação demonstrada pelos angolanos no dia 4 de Fevereiro de 1961, data do início da luta armada de libertação, foi hoje, quinta-feira, em Saurimo, exaltada pelo governo provincial da Lunda Sul, através de um comunicado de imprensa distribuído aos órgãos de Comunicação Social.

De acordo com a nota, é com este espírito patriótico e abnegado que os angolanos devem unir-se para resolução dos problemas que afectam o país em vários domínios, com vista a se honrar todos aqueles que em 1961 deram as suas vidas para libertação e a conquista da independência, proclamada a 11 de Novembro de 1975, pelo presidente da então República Popular de Angola, António Agostinho Neto.

O governo provincial da Lunda Sul, prossegue a nota, incentiva as novas gerações a participarem de forma activa e construtiva no projecto que visa catapultar o país a vários níveis de desenvolvimento que permita elevar o bem-estar das populações, continuando com o foco no programa do Executivo sobre o Combate a Fome e a Pobreza.

“ Agora mais do que nunca, os angolanos precisam de estar cada vez mais unidos, ser mais criativos e inovadores, para se ultrapassar a actual situação económica e financeira, causadas pela baixa acentuada do preço do petróleo no mercado internacional, pois que só assim honraremos os nossos heróis”, alerta o governo.

O documento acrescenta que neste momento em que a economia angolana é permeada de incertezas, os angolanos devem racionalizar os recursos financeiros e saber fazer mais com menos.

“ Com espírito do 4 de Fevereiro, o governo da Lunda Sul apela a todos os cidadãos com capacidade criativa, inovadora e empreendedora, a contribuírem para a diversificação da economia, no domínio da prestação de serviços, hotelaria e turismo, industria e sobretudo na agricultura”, apela o governo.

Angola celebra hoje, 4 de Fevereiro, o 55º aniversário do início da Luta Armada de Libertação Nacional, data que constitui um marco indelével na história da resistência ao regime colonial fascista português, para o alcance da independência nacional. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA