Lúcio Lara foi um artífice da luta pela independência – MPLA

Sede Nacional do MPLA (MPLA)

O Bureau Político do Comité Central MPLA considera Lúcio Lara, que morreu este sábado em Luanda, por doença, “um artífice da luta pela independência de Angola”.

Num comunicado a que a Angop teve acesso, o BP do MPLA refere a “profunda comoção” causada pela morte deste nacionalista e realça a “inestimável participação” de Lúcio Lara em prol da autodeterminação dos angolanos.

“Nascido aos 9 de Abril de 1929, o camarada Lúcio Lara foi um artífice da luta pela Independência de Angola, ao lado do primeiro Presidente de Angola, Dr. António Agostinho Neto, e outros eminentes nacionalistas, tendo inscrito o seu nome com letras de ouro na nossa história recente, pela sua inestimável participação na árdua caminhada em prol da Liberdade, da Autodeterminação e da Independência Nacional”- lê-se no comunicado.

Pelo infausto acontecimento, o Bureau Político do Comité Central do MPLA “inclina-se perante a memória deste ilustre combatente da pátria angolana” e endereça as condolências à família enlutada em nome dos seus militantes, simpatizantes e amigos.

O nacionalista angolano Lúcio Rodrigo Leite Barreto de Lara, dirigente histórico do MPLA, morreu este sábado, em Luanda, aos 86 anos, por doença. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA