Kwanza-Norte: mais de 300 toneladas de café angolano sem compradores

Mais de 300 toneladas de café sem compradores interessados Foto: Agência Lusa/DR

Mais de 300 toneladas de café produzido em 2015 no município de Quiculungo, província angolana do Kwanza Norte, estão sem compradores, reconheceram hoje os produtores locais.

O chefe da Brigada Técnica local de Café, André Quibulucuto, disse que foram colhidas no ano passado 368 toneladas de café do tipo mabuba, tendo desse total apenas 25 toneladas sido comercializadas, ao preço de 60 kwanzas (35 cêntimos de euro) o quilograma.

Antes da independência de Angola, em 1975, a produção de café no país rondava as 210.000 toneladas anuais, valor que hoje está reduzido a cinco por cento do total do período colonial.

Em 1973, segundo dados oficiais, as exportações agrícolas de Angola representavam 40% do total, tendo o café o peso principal. Nesse ano, o café representava 27% do total das exportações angolanas e 72% das vendas ao exterior de produtos de origem agrícola.

André Quibulucuto, citado pela agência noticiosa angolana, Angop, lamentou a falta de compradores destas 300 toneladas de café, facto que ocorre numa altura em que têm sido feitos apelos para se aumentar a produção interna, para contrapor a crise financeira que o país atravessa devido à baixa internacional do preço do barril do petróleo.

O responsável disse que a falta de compradores inibe o aumento da produção, salientando que a brigada controla 280 produtores, 270 dos quais em plena atividade.

Segundo o responsável, a reabilitação de duas fazendas naquele município poderá aumentar os níveis de colheita nos próximos anos. (Agência Lusa – NME/VM)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA