Jovem italiano encontrado morto e com sinais de tortura no Cairo

(EURONEWS)

O corpo de um jovem italiano, que estava desaparecido desde 25 de Janeiro no Cairo, a capital egípcia, foi encontrado esta quarta-feira num fosso. Segundo os media locais o corpo apresenta sinais de tortura.

Giulio Regeni, de 28 anos, estava no Egipto desde Setembro do ano passado para desenvolver uma tese sobre a economia do país. O desaparecimento coincidiu com o quinto aniversário da revolução que depôs o ex-presidente Hosni Mubarak.

Uma delegação governamental italiana (para o desenvolvimento económico), encontrava-se no Egipto para assinar acordos. A comitiva regressou a Itália por considerar que o país não é seguro. (EURONEWS)

por Nara Madeira

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA