João Lourenço já em Menongue para acto central do 4 de Fevereiro

Ministro da Defesa Nacional de Angola, João Lourenço (Foto: Henri Celso/Arquivo)

O ministro da Defesa Nacional, João Lourenço, encontra-se desde amanhã de hoje para presidir ao acto central do início da luta armada de libertação nacional, que, pela primeira vez, acontece em Menongue, capital do Cuando Cubango.

O ministro, após o seu desembarque no aeroporto civil Comandante Kwenha, foi recebido pelo governador do Cuando Cubango, Pedro Mutinde, com quem manteve em seguida um encontro de cortesia no Palácio do Governo.

Depois do encontro, João Lourenço homenageou os Heróis do 4 de Fevereiro com a deposição de uma coroa de flores no túmulo de um soldado desconhecido no cemitério municipal de Menongue.

Esta homenagem foi testemunhada pelo governador do Cuando Cubango, membros do governo central, mulheres afectas à Organização da Mulher Angolana (OMA), autoridades tradicionais locais, oficiais da Polícia Nacional, das Forças Armadas Angolanas, deputados à Assembleia Nacional, nacionalistas, entre outros presentes.

Consta do programa de celebração, uma mensagens dos Órgãos de Defesa Nacional, dos Antigos Combatentes, bem como a intervenção do governador do Cuando Cubango, Pedro Mutinde, a par de actividades músico-culturais que vão preencher o acto central da efeméride.

O “Largo 23 de Março” está com uma moldura humana considerável no sentido de prestar a sua homenagem aos heróis do 4 de Fevereiro de 1961, que muito lutaram contra o colonialismo português para a conquista da libertação nacional.

Os membros do governo provincial já estão presentes no recinto do acto central, bem como autoridades tradicionais, religiosas, associações juvenis, organizações femininas diversas, estudantes, cidadãos estrangeiros que prestam vários serviços em Menongue, entre outros que representam a população do Cuando Cubango. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA