Irlanda: governo de coligação perde maioria (vídeo)

(EURONEWS)

Na última sondagem das eleições legislativas na Irlanda, o primeiro-ministro Enda Kenny, vê esfumar-se uma maioria do governo de coligação, com cerca de 26% dos votos previstos para o Fine Gael, o seu partido de centro direita, contra os 36,1% obtidos nas eleições anteriores e ainda com o partido trabalhista da coligação a descer na popularidade, com 7,8% na sondagem contra os 19,5% que obteve em 2011.

Michéal Martin tem uma predição de 22.9% para o Fianna Fáil, o partido republicano de que é líder. Esta é uma recuperação grande desde as últimas eleições, onde teve 17% dos votos, e pode significar quase o dobro dos lugares no Dáil, o parlamento irlandês.

Já a Gerry Adams, o líder do Sinn Fein desde 1983, a sondagem atribui 14,9% dos votos contra 10% obtidos em 2011.

Recentemente, Adams afirmou que o descontentamento acerca da economia podia abrir caminho ao Sinn Fein, nos próximos anos, para uma “inevitável” entrada no governo da antiga ala política do IRA. Se se confirmar enquanto principal partido da oposição, pode ser o primeiro passo, segundo alguns analistas.

O jornal Irish Independent classificou a campanha, dominada pela recuperação económica, como entediante, mas a abstenção na Irlanda costuma ser baixa.

Se as previsões se verificarem, a fragmentação de votos antecipa a necessidade de pactos posteriores que, dizem os especialistas, se traduziria em instabilidade governamental e consequente dissolução do governo, como já aconteceu anteriormente. (EURONEWS)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA