Huambo: Mil cidadãos vão ser formados profissionalmente pelo INEFOP

Inefop no Huambo vai formar mais jovens este ano (Foto: Angop/Arquivo)

Mil cidadãos residentes na província do Huambo, na sua maioria jovens, vão ser formados profissionalmente, este ano, nesta região do país, pelo Instituto Nacional de Emprego e Formação Profissional (INEFOP).

Ao anunciar o facto hoje, quarta-feira, à Angop, a responsável local do INEFOP, Domingas Lurdes Mundombe, informou que estes cidadãos serão formados nas especialidades de informática, culinária, corte e costura, decoração, canalização, electricidade de auto e baixa tensão, carpintaria, serralharia, mecânica, bate-chapa e pedreiro.

Disse que os cursos, cujas matrículas encerram a 12 deste mês, serão leccionados nos pavilhões de artes e ofícios dos municípios do Huambo, Caála e Chicala-Cholohanga e terão duração de três a seis meses.

Domingas Lurdes Mundombe deu a conhecer que em cada um dos cursos a serem ministrados será também lecionada a disciplina de empreendedorismo, para permitir que depois de concluídos os cursos os cidadãos sejam capazes de criarem seus próprios negócios.

A responsável lembrou que em 2015 o Instituto Nacional de Emprego e Formação Profissional formou 997 cidadãos. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA