Huambo: Jovens devem conhecer percurso histórico do país

Huambo: Governador Kundi Paihama (Foto: Angop)

Os jovens angolanos foram desafiados sábado, na vila municipal do Cachiungo, 62 quilómetros a este da cidade do Huambo, a interessarem-se mais em conhecer o percurso histórico do país, para melhor contribuírem nos esforços de manutenção da paz e consolidação da cultura democrática.

O desafio foi lançado pelo governador da província do Huambo, Kundi Paihama, no acto de exaltação e divulgação dos feitos do Presidente da República, José Eduardo dos Santos, promovido pelo Movimento Nacional Espontâneo, com o lema “Angola – país da paz, da democracia, da fraternidade e da tolerância: Movimento Nacional Espontâneo – nós organizamos e todos participam”.

Kundi Paihama disse que a juventude angolana não deve deixar-se manipular por políticos menos sérios e irresponsáveis, que incentivam a desobediência e o desacato, na ansiedade e tentativa de chegarem ao poder por via da violência.

“Muitos dos nossos jovens não viveram o período de conflito armado, motivo pelo qual é necessário que estejam bem informados sobre o passado, de modo a que em 2017 quando forem chamados para decidirem o futuro do país possam faze-lo para garantir um futuro de paz, de harmonia e de conciliação, com vista a manter o ciclo regulador das eleições”, afirmou.

O governador da província do Huambo disse, também, ser preciso estar vigilante e conhecer mais o passado, pois, segundo ele, existem pessoas que, através das redes sociais, incentivam os jovens a insultarem os dirigentes do país e a desrespeitarem os órgãos de soberania, na medida em que são instrumentalizados por potências estrangeiras que, por sua vez, são ingratos, porque, ao mesmo tempo, recebem apoio do Governo angolano.

Sobre a exibição do documentário que retrata a trajectória política do Presidente da República, José Eduardo dos Santos, Kundi Paihama considera tratar-se de uma demonstração de sapiência e de cultura, que as novas gerações têm e precisam saber com verdade, realismo e clarividência.

Informou aos presentes no acto que Presidente José Eduardo dos Santos é uma figura com qualidade exemplar de humanista, paciente, com alto espírito de perdão, irmandade, reconciliador e arquitecto da paz, que tem ensinado constantemente a preservação da unidade nacional.

O governo da província do Huambo manifestou a sua gratidão para com a direcção do Movimento Nacional Espontâneo, por ter realizado a campanha de exaltação e divulgação dos feitos do Chefe de Estado, com objectivo de despertar nos angolanos a capacidade de reconhecimento dos grandes e êxitos políticos, económico e sociais alcançados, até ao momento, sob liderança do Presidente José Eduardo dos Santos. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA