George W. Bush entra em acção na campanha de Jeb

Jeb Bush (esq.) e George W. Bush na Carolina do Sul (REUTERS)

Em comício na Carolina do Sul, ex-presidente defende carácter do irmão, pré-candidato republicano. Político também aproveita para criticar “retórica vazia” do rival Donald Trump, que lidera pesquisas no estado.

Pela primeira vez, o ex-presidente americano George W. Bush fez campanha pelo irmão Jeb Bush, pré-candidato republicano à presidência, nesta segunda-feira (15/02). Num comício na Carolina do Sul, o ex-líder dos EUA afirmou que o irmão tem o temperamento e o carácter necessários para comandar o país.

“Já vi Jeb em acção. Ele será forte e firme quando confrontado com o inesperado”, disse o ex-presidente.

A aparição do Bush mais velho na campanha pode ajudar Jeb a conquistar o apoio dos republicanos na Carolina do Sul, que apreciam o ex-presidente. No próximo sábado, o estado será o terceiro a realizar primárias presidenciais, após Iowa e New Hampshire. Ao mesmo tempo, a ingerência é arriscada, já que o ex-presidente deu início à guerra no Iraque, em 2003, que acabou sendo impopular entre muitos americanos.

George W. Bush, de 69 anos e que ficou praticamente de fora da política desde que deixou a presidência, em 2009, recebeu repetidos aplausos do maior público que Jeb Bush, de 63 anos, já reuniu em sua campanha.

Além de apoiar o irmão, o ex-presidente aproveitou para desencorajar eleitores a apoiarem o também pré-candidato do Partido Republicano Donald Trump. Sem mencionar o magnata por nome, ele deixou claro estar falando sobre ele, que usa uma retórica fervorosa em seus eventos de campanha.

“Estes são tempos difíceis, e sei que os americanos estão irritados, mas não precisamos de alguém no Salão Oval que espelhe e inflame a nossa irritação e nossas frustrações”, disse George W. Bush. “Força de verdade não é uma retórica vazia […] Força de verdade vem da integridade e do carácter. E, de acordo com a minha experiência, a pessoa mais forte não costuma ser a que fala mais alto.”

Numa entrevista colectiva também nesta segunda-feira, Trump voltou a atacar a família Bush, insistindo que o ex-presidente carrega parte da responsabilidade pelo atentado de 11 de Setembro. “O World Trade Center foi derrubado durante o reinado de George Bush, certo? Foi o pior ataque da história dos EUA, pior que Pearl Harbor… Não estávamos seguros”, disse o magnata.

Entre os pré-candidatos republicanos, Jeb apareceu em quarto lugar nas últimas pesquisas na Carolina do Sul, atrás de Trump, do senador do Texas Ted Cruz e do senador da Florida Marco Rubio. Sobre as primárias no estado, Jeb afirmou que “sábado será uma surpresa”. (DW)

LPF/rtr/afp/ap

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA