Fusão entre banco angolano do BCP e Atlântico fechada no 2.º trimestre

O processo de fusão entre o Banco Millennium Angola e o Banco Privado Atlântico segue o seu caminho e a expectativa é que esteja concluído no início de abril, disse hoje Nuno Amado, líder do BCP.

Segundo o responsável, está tudo a correr de acordo com o planeado, com conclusão prevista para o início do segundo trimestre.

Esta fusão cria o segundo maior banco de capitais privados em Angola, com uma quota de mercado de 10%, “possibilitando retornos do capital investido de cerca de 20%” e um impacto no rácio ‘common equity tier 1’ ‘phased in’ (na transição para as novas regras europeias) de 40 pontos base.

Após esta fusão no mercado angolano, anunciada no início de outubro do ano passado, o BCP vai ficar com uma participação de 20% no novo banco. (Agência Lusa – DN/IM/ATR)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA