Ex-primeiro-ministro israelita Ehud Olmert levado para a prisão para cumprir pena

Ehud Olmert, de 70 anos, vai cumprir 19 meses de prisão Foto: Lusa/D.R

O ex-primeiro-ministro israelita Ehud Olmert foi hoje levado para a cadeia para cumprir uma pena por corrupção, tornando-se no primeiro chefe de Governo de Israel a ir para a prisão, constatou um jornalista da AFP.

Ehud Olmert, de 70 anos, vai cumprir 19 meses de prisão.

O Supremo Tribunal israelita confirmou, em dezembro, uma decisão de um Tribunal de Jerusalém, que o sentenciara a uma pena de prisão efetiva.

Com efeito, a máxima instância judicial israelita reduziu a pena inicial, de seis anos para 18 meses de prisão, após a morte de uma testemunha crucial, que não pôde ser interrogada, pelo que Ehud Olmert foi condenado por um crime de suborno menor.

A pena surge após o chamado caso “Holyland”, um escândalo imobiliário ocorrido em Jerusalém quando era presidente da câmara (1993-2003), que o obrigou a demitir-se do cargo de chefe do Executivo em 2008.

No entanto, a essa pena foi acrescentada, na semana passada, mais um mês de prisão por obstrução à justiça.

Chefe de governo de 2006 à 2009, Olmert sucedeu no cargo a Ariel Sharon, afastado na sequência de um acidente vascular-cerebral que o deixou em estado vegetativo até à morte em janeiro do ano passado. (Agência Lusa – DM (JPF)/JPS)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA