Encomendas de ‘smartwatches’ ultrapassam as de relógios suíços pela primeira vez

Encomendas de 'smartwatches' ultrapassam as de relógios suíços pela primeira vez Foto: Lusa/D.R

As encomendas de ‘smartwatches’, relógios digitais com capacidade de comunicação, ultrapassaram pela primeira vez as vendas de relógios suíços no estrangeiro no último trimestre do ano passado, mostrando uma inversão na tendência de consumo, segundo a Strategy Analytics.

De acordo com os dados desta consultora, citados no site noticioso Quartz, o envio de ‘smartwatches’ nos últimos três meses de 2015 chegou aos 8,1 milhões de unidades, enquanto que os relógios suíços tradicionais ficaram-se pelos 7,9 milhões.

“Os fabricantes de relógios de luxo que desvalorizaram os ‘smartwatches’ enquanto ameaça ao negócio estão a aprender uma lição crucial: nunca subestimem a Apple”, escreve o site noticioso, notando que o fabricante norte-americano representa 63% dos envios de mercadoria, seguido da Samsung, com 16%.

Em conjunto, estas duas gigantes tecnológicas representam oito em cada 10 destes ‘relógios inteligentes’ vendidos a nível mundial.

Em janeiro, a Federação da Indústria de Relógios da Suíça apresentou os números, que mostram que os envios diminuíram 8%, em parte devido ao abrandamento da economia chinesa, que se juntam aos 4,8% de diminuição registada no total do ano passado.

Ao contrário, a indústria dos ‘smartwatches’ teve um crescimento exponencial de 315,6%, um valor que apesar de elevado é normal para uma indústria que está a dar os primeiros passos – o Apple Watch, por exemplo, foi lançado em abril do ano passado. (Agência Lusa)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA