Emirados nomeiam ministras da Felicidade, Tolerância e Juventude

(AFP)

Os Emirados Árabes Unidos nomearam, nesta quarta-feira, uma ministra da Felicidade, uma da Tolerância e uma terceira da Juventude, de 22 anos, em uma restauração do governo.

O anúncio destas nomeações marca uma revolução para os Emirados, uma rica federação petrolífera do Golfo que inclui sete Emirados, liderados por Abu Dhabi e Dubai.

“A chave do sucesso de um governo é introduzir mudanças reais que façam parte da felicidade do homem”, explicou o primeiro-ministro dos Emirados, o Sheikh Mohammed ben Rached al-Maktoum, também soberano de Dubai.

O novo governo contará com oito mulheres e a média de idade dos 29 ministros será de 38 anos.

O Ministério da Felicidade foi atribuído a Ouhoud al-Roumi, que era directora-geral da presidência do Conselho de Ministros.

“A felicidade não é apenas um desejo piedoso em nosso país. Haverá planos, projectos, programas e indicadores. Fará parte do trabalho de todos os ministérios”, afirmou o primeiro-ministro no Twitter.

Os Emirados seguem os passos de Butão, um pequeno reino do Himalaia que ganhou fama após promover uma filosofia económica baseada na “felicidade nacional bruta” no lugar do produto interno bruto.

Uma jovem diplomata de 22 anos, Chemma al-Mazroui, será encarregada pelo Ministério da Juventude.

Loubna al-Qassimi, ex-ministra da Cooperação Internacional e do Desenvolvimento, será ministra da Tolerância. (AFP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA