Educação: Elevada desistência escolar em região do sul de Angola preocupa autoridades

Cerca de metade dos alunos do primeiro ciclo de ensino no município de Chicomba, província da angolana da Huíla, desistiram das aulas no ano letivo de 2015 Foto: Lusa/D.R

Cerca de metade dos alunos do primeiro ciclo de ensino no município de Chicomba, província da angolana da Huíla, desistiram das aulas no ano letivo de 2015, facto que preocupa as autoridades de educação local.

Segundo o diretor municipal de educação, João Cambanje, além do elevado número de desistências foi igualmente verificado um fraco aproveitamento escolar em várias instituições do ensino primário naquela localidade a 220 quilómetros a norte do Lubango, a capital da Huila.

O responsável, que falava segunda-feira numa reunião da Educação, disse que dos 3.603 alunos matriculados no primeiro ciclo (7.ª a 9.ª classe), 1.550 tiveram bom aproveitamento, enquanto 1.620 desistiram das aulas.

Apesar do número de crianças aprovadas, o responsável avançou que os relatórios apresentados por várias escolas não fazem fé sobre os níveis de aproveitamento escolar.

João Cambanje, citado pela agência noticiosa angolana, Angop, disse que nos próximos dias, diretores de escolas vão pesquisar quais as causas do abandono escolar e do fraco aproveitamento dos estudantes.

Angola é o segundo maior produtor de petróleo da África subsaariana, mas enfrenta uma profunda crise financeira, económica e cambial devido à quebra da cotação do barril de crude, que fez diminuir para metade as receitas com a exportação petrolífera. (Agência Lusa)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA