Desmantelado grupo que arrombava multibancos com gás

Euro (Reuters)

Polícia Judiciária detém cinco homens na região de Santarém e apreende sete armas e “centenas de munições”

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou, esta sexta-feira, que desmantelou um grupo de cinco homens suspeito de assaltar caixas multibanco com explosões de gás em Alcanena, Santarém e Torres Novas, tendo apreendido sete armas e “centenas de munições”.

Em comunicado citado pela Lusa, a PJ informou que, no âmbito de um inquérito do Departamento de Investigação e Ação Penal de Santarém, a Diretoria do Centro daquela polícia identificou e deteve os presumíveis autores de vários assaltos a caixas multibanco ocorridos entre setembro e finais de dezembro de 2015, nas localidades de Alcanena, Casével, Santarém, Verdelho, Alcorochel e Torres Novas.

“Numa madrugada do passado mês de dezembro, quando se preparavam para fazer explodir mais uma caixa ATM, instalada junto de uma casa habitada, numa localidade próxima de Santarém”, a PJ conseguiu “evitar a explosão e deter um dos assaltantes, que, sujeito a primeiro interrogatório judicial, ficou em prisão preventiva”, refere o comunicado.

Outros dois suspeitos, entretanto também sujeitos a prisão preventiva, foram detidos alguns dias depois, tendo a PJ realizado uma “vasta operação policial na zona de Torres Novas e do Entroncamento” na madrugada da passada quarta-feira, para “o completo desmantelamento deste grupo criminoso”.

Essa operação, realizada com o apoio da PSP de Tomar e do Entroncamento, “permitiu reforçar os elementos probatórios já existentes, nomeadamente apreender sete armas de fogo e centenas de munições, bem como proceder à detenção de mais dois elementos do grupo que, interrogados judicialmente, ficaram também sujeitos a prisão preventiva”, acrescentou a PJ.

Os cinco suspeitos têm idades compreendidas entre os 28 e os 35 anos e alguns deles têm já antecedentes criminais por crimes da mesma natureza, segundo a PJ. (TVI24)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA