Declarantes dizem ter tomado conhecimento do Governo de Salvação Nacional nas redes sociais

Reginaldo SIlva (VOA)

Mais sete declarantes estiveram nesta quinta-feira no Tribunal Provincial de Luanda onde estão a ser julgados os 17 activistas acusados de rebelião e de prepararem um golpe de Estado em Angola.

O jornalista Reginaldo Silva, o activista José Gama, o activista Ângelo Kapuatcha e mais quatro cidadãos cujos nomes aparecem no tal Governo de Salvação Nacional disseram ter tomado conhecimento do mesmo através das redes sociais.

Resposta idêntica o tribunal ouviu ontem de mais declarantes, entre eles o rapper MCK, o engenheiro Fernando Pacheco, o historiador Patrício Batsikama, o antigo dirigente da FNLA Ngola Kabango, o professor Carlinhos Zassala e o economista Carlo Rosado de Carvalho.

O julgamento dos activistas continua amanhã com mais declarantes. (VOA)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA