Cuando Cubango: Cidade de Menongue precisa de nova térmica de 40 MW

Rua principal da cidade de Menongue (Foto: Armandio Morais)

O governo da província do Cuando Cubango está a envidar todos os esforços visando a instalação, na cidade de Menongue, de uma nova central térmica com capacidade para 40 megawatt, para atender a demanda actual, anunciou este fim-de-semana, o vice-governador para o sector de infraestruturas e serviços técnicos, Joaquim Malitchi.

Dada a incapacidade de fornecimento de energia eléctrica à cidade de Menongue, capital do Cuando Cubango, e seus bairros periféricos, provocando, nos últimos dias, restrições aos consumidores, o governador do Cuando Cubango, Pedro Mutindi, visitou este fim-de-semana a actual central térmica de 10 megawatt.

Dos sete grupos instalados na central térmica, há três anos, nos últimos dias, por problemas técnicos, apenas três têm fornecido energia, insuficiente para atender os mais de sete mil consumidores controlados em Menongue, uma cifra que tende aumentar em função da reabilitação e requalificação de algumas redes que encontram-se em mau estado técnico.

No final da visita, em declarações à imprensa, o vice-governador do Cuando Cubango para o sector de infraestruturas e serviços técnicos, Joaquim Malitchi, afirmou que o governo está a envidar esforços no sentido de abastecer energia eléctrica às populações.

O responsável apontou a falta de energia eléctrica em alguns bairros da cidade de Menongue, uma vez que a capacidade da actual central térmica é ínfima para mais 300 mil habitantes, como principal preocupação.

Pedro Mutindi, na jornada de campo, inteirou-se igualmente sobre as 35 indústrias que serão implementadas no Pólo Industrial de Menongue (PIM), da capacidade da central térmica de Menongue, bem como do funcionamento do Centro de Captação, Tratamento e Distribuição de Água de Menongue. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA