Crise dos refugiados: Ministros do Interior da UE reunidos em Bruxelas

(AFP)

A crise dos refugiados volta a ser debatida esta quinta-feira em Bruxelas. Os ministros do Interior e da Justiça da União Europeia reúnem-se para debater a livre circulação dentro do espaço Schengen e a criação da guarda europeia costeira. A proposta foi apresentada pela Comissão Europeia em dezembro e o objetivo é controlar os fluxos migratórios, identificar pontos fracos e responder em situação de risco.

À margem deste conselho de ministros, vai ser discutida a situação na rota dos Balcãs. Entretanto, o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, anunciou que vai decorrer em Bruxelas, a 7 de Março, um encontro especial entre os líderes da União Europeia (UE) e a Turquia, no âmbito da crise dos migrantes.

Nas últimas horas os membros da NATO chegaram a acordo sobre o plano operacional que vai ser posto em prática no Mar Egeu. Recorde-se que no início deste mês foi decidido que iria ser colocada em marcha uma missão sem precedentes: navios da NATO foram enviados para o Mar Egeu para travar o tráfico de pessoas entre a Turquia e a Grécia, na rota que mais refugiados e imigrantes está a trazer para a Europa.

A NATO já tem no Mar Egeu três navios de guerra. A operação vai ser liderada pelo Maritime Group 2, comandado pela Alemanha, em colaboração com as marinhas turca e grega, e poderá envolver entre seis e sete navios da organização de defesa militar. (EURONEWS)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA