Cooperação entre Angola e Sudão domina audiência no Palácio Presidencial

Presidente da República, José Eduardo dos Santos (à dir.) recebe em audiência Vice-presidente do Sudão, Hassabo Mohamed (Foto: Lucas Neto)

Questões de interesse comum no quadro das relações de cooperação, entre Angola e o Sudão, estiveram hoje, sexta-feira, em Luanda, no centro do diálogo entre o Chefe de Estado angolano, José Eduardo dos Santos, e o vice-presidente do Sudão, Hassabo Mohamed.

José Eduardo dos Santos concedeu no Palácio Presidencial, uma audiência ao vice-presidente do Sudão, que veio à capital angolana com o objectivo de participar da Cimeira de Chefes de Estado e de Governo da Conferência Internacional para a Região dos Grandes Lagos (CIRGL), que por falta de quórum foi adiada para o mês de Março.

No final da audiência, o ministro de Estado para os Negócios Estrangeiros sudanês, Kamal Saeed, que avançou os detalhes da audiência à imprensa, informou que para além das questões de interesse comum, foram afloradas questões atinentes a cooperação entre os estados da Região dos Grandes Lagos e a situação de paz e segurança nesta sub-região de África.

Disse que o Chefe de Estado angolano, José Eduardo dos Santos, no decurso do encontro, mostrou a sua visão relativamente a situação de paz e segurança na Região dos Grandes Lagos.

Informou ainda que a ocasião serviu para agradecer ao estadista angolano, José Eduardo dos Santos, pelo seu empenho na busca da paz e segurança nos países que integram a Conferência Internacional sobre a Região dos Grandes Lagos.

Destacou ainda que a ocasião serviu para os dois interlocutores passarem em revista o estado da cooperação bilateral e, nesta matéria, o Presidente angolano aceitou a recepção do embaixador do Sudão na República de Angola.

“Traçamos estratégias e informações relativas a situação de paz e segurança na República Centro-Africana, no Burundi e Sudão do Sul”, explicou o ministro de Estado para os Negócios Estrangeiros do Sudão, que testemunhou a audiência.

O ministro angolano das Relações Exteriores, Georges Rebelo Pinto Chikoti, também participou na audiência. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA