Confrontos do monte Sumi reconstituídos por juizes, procuradores e advogados

Caso Kalupeteca, Tribunal Provincial do Huambo, Angola (VOA)

O julgamento de José Julino Kalupeteca e nove seguidores da seita A Luz do Mundo continuou nesta sexta-feira com a reconstituição dos confrontos havidos em Abril de 2015.

Juízes, procuradores, defesas, réus e testemunhas deslocaram-se ao monte Sumi, no Huambo, para tentar encontrar respostas aos confrontos que, de acordo com as autoridades, deixaram cerca de 20 mortos, entre polícias e civis.

Os partidos da oposição e activistas falam em centenas de mortos.

As Nações Unidas e a Amnistia Internacional pediram uma investigação independente aos incidentes, mas o Governo de Angola recusou.

O julgamento continua na segunda-feira no Tribunal Provincial de Huambo e deve durar toda a semana. (VOA)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA