Conferência dos Grandes Lagos volta a ser presidida por Angola

Presidente da republica, José Eduardo dos Santos (Foto: Francisco Miudo)

Angola vai assumir mais um mandato de dois anos à frente da Conferência Internacional sobre a Região dos Grandes Lagos (Cirgl).

A 6a. conferência que decorre de hoje a sexta-feira em Luanda, vai confirmar a decisão depois de o Quénia ter manifestado a sua indisponibilidade de assumir o mandato que a rotatividade lhe atribuía.

Esta semana, o Centro de Convenções de Talatona acolhe, consecutivamente, a reunião das chefias militares dos Estados Maiores Generais das Forças Armadas dos países da região, dos ministros da Defesa, das Relações Exteriores e dos chefes de Estado e de Governo.

Nos primeiros dois dias, as chefias militares analisam a segurança na região, com destaque para a situação no Burundi, no Sudão do Sul e na República Democrática do Congo.

A Cirgl é integrada por Angola, Burundi, República Centro-Africana, República do Congo, República Democrática do Congo, Quénia, Uganda, Ruanda, Sudão, Sudão do Sul, Tanzânia e Zâmbia. (VOA)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA