Campanhas de prevenção permitem redução de acidentes de viação em Luanda

Catarino Roque da Silva (Foto: Tarcisio Vilela)

As campanhas de prevenção da sinistralidade rodoviária promovido pela Unidade de Trânsito de Luanda, nos últimos oito meses, na capital angolana, permitiram a redução do número de mortes por acidentes de viação.

O comandante da Unidade de Trânsito, superintendente-chefe Catarino Roque José da Silva, disse hoje, segunda-feira, à Angop, que anteriormente eram registados mensalmente 70 acidentes com mais de 30 mortes, no local.

“ Hoje graças ao trabalho preventivo junto de instituições públicas e privadas, igrejas, escolas, associações, bem como o reforço da fiscalização rodoviária permitiu a redução para uma média de cinquenta acidentes com menos de 20 mortes imediatas”, sublinhou.

De acordo com o oficial superior da corporação, apesar disto a situação ainda é preocupante, mas no quadro do reforço da prevenção de acidentes nas estradas, trabalha-se para a redução das suas consequências económicas e sociais.

Catarino Roque José da Silva disse que o aumento exponencial dos índices de mortalidade por acidentes que afecta crianças, jovens, adultos e idosos constitui preocupação diária.

Na sua opinião, face a esta situação, associada à cifra elevadas de pessoas incapacitadas por acidentes rodoviários, urge a necessidade de se intensificar os esforços multissectoriais, bem como reforçar as campanhas sistemáticas de educação e consciencialização das comunidades.

Apontou ainda como causas dos acidentes, a ingestão excessiva de bebidas alcoólicas, excesso de velocidade, imprudência por parte dos utentes das vias e mau estado técnico das viaturas.

O responsável apelou ainda uma maior prudência por parte de automobilistas e peões, o não consumo de bebidas alcoólicas no exercício da condução, o uso das pedonais e a mudança de comportamento. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA