Caça furtiva ameaça extinguir espécies animais

Caça furtiva ameaça espécies animais (Foto: Custódio Sinela)

A caça furtiva praticada por alguns munícipes na província do Bié pode extinguir determinadas espécies de animais na região, como cabra do mato, veado e gazela, despertou, hoje, na cidade do Cuito, o chefe do Instituto de Desenvolvimento Florestal (IDF), Rosário Teixeira.

De acordo com o responsável, a vasta extensão territorial da província associada ao insuficiente número de fiscais, o que de alguma forma tem facilitado a caça furtiva na região.

Em muitos casos, reforçou, o IDF no Bié tem trabalhado em colaboração com o comando da Polícia Nacional na região, para prevenir o crime e deter os infractores.

Aproveitou a oportunidade para alertar a sociedade civil, a cooperar com as autoridades governamentais locais, na denúncia dos possíveis transgressores, visando salvaguardar a flora e a fauna, na circunscrição. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA