Cabo Verde/França: Élida Almeida e Lura em concerto em Paris

Élida Almeida e Lura na RFI a 3 de Fevereiro de 2016 (RFI)

A nona edição do festival parisiense “Au fil des voix” propõe nesta quinta-feira um serão 100% cabo-verdiano com duas vozes femininas consagradas do arquipélago. Lura e Élida Almeida sobem ao palco da sala Alhambra num certame apostado no diálogo e encontro entre as culturas.

Já em 2014 Carmen Souza e Mayra Andrade tinham dado voz ao arquipélago neste certame, numa edição que contara com um vasto leque lusófono incluindo as portuguesas Carminho e Cristina Branco.

Um ano em que também a espanhola Maria Berasarte e o seu fado em português e, sobretudo, em espanhol, se tinha feito ouvir, para além do encontro da música africana (maliana), francesa e brasileira de Rivière Noir.

A edição 2016 do festival “Au fil des voix” propõe, para além desta noite cabo-verdiana, serões consagrados à Argentina ou à Ilha da Reunião.

Músicas polifónicas da Córsega, de Itália, mas também música “folk” ou ritmos do jazz ou vozes oriundas mesmo da Mongólia abrilhantarão um evento que se tem notabilizado ao longo dos anos pelos casamentos de sonoridades e de registos vocais oriundos de todo o planeta.

Élida Almeida efectua aqui um dos seus primeiros concertos em França após ter conquistado em Novembro de 2015 o Prémio RFI Découvertes recompensando o seu primeiro trabalho discográfico “Ora doci, ora margos”.

Por sua vez Lura continua a divulgar o seu mais recente álbum “Herança”, estreado em Outubro do ano passado.

As duas artistas gravaram juntas neste álbum de Lura uma música de Élida Almeida “Nhu Santiagu”, em homenagem à Ilha de Santiago, no sotavento cabo-verdiano, onde ambas têm as suas raízes.

Élida Almeida admite que a distinção atribuída pela RFI lhe tem dado maior notoriedade no país e no estrangeiro.

Por sua vez Lura alega que, para além da morna e da coladeira, os demais ritmos cabo-verdianos, como o batuque e o funaná, estão agora a ter maior incremento no estrangeiro e também em França. (RFI)

 

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA